MENSAGEM DO DIA

Seja um seguidor(a)

Google+ Followers

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

AS RELIGIÕES DOS FAMOSOS - PARTE 04

CHRISTIANE TORLONI
Chistiane Torloni diz: "Na verdade, sou aquilo que se chama de espiritualista. Fui criada na fé cristã e, como consequência, tenho um grande respeito e admiração pelo Espiritismo".
A Doutrina dos Espíritos veio até ela por meio de inúmeros livros que passou a receber a partir de 1991, ano em que viveu a trágica perda de um de seus filhos, Guilherme, na época com 12 anos.  Em 1994 foi convidada a fazer a novela A Viagem, de Ivani Ribeiro, e mais uma vez teve a oportunidade de se aproximar da doutrina por meio de livros como O Evangelho Segundo o Espiritismo e O Livro dos Espíritos, ambos de Allan Kardec. A atriz, que interpretou a Tereza Cristina, em “Fina Estampa”, se declara Budista. Ela medita diariamente e aprendeu muito com a prática. Christiane é sempre zen. “O budismo me ajudou a não ficar paranoica com o físico. Não tenho uma relação de adoração com meu corpo, mas de profunda admiração. E aprendi isso com o budismo, onde praticamos o desapego à autoimagem”, conta. É um aprendizado e tanto para quem vive num mundo em que o corpo perfeito é um dos maiores objetivos.


MICHAEL JACKSON
Michael Jackson até os dezenove anos foi Testemunha de Jeová. De acordo com fontes ligadas à sociedade das Testemunhas de Jeová, ele fez parte desta religião durante anos. Ele era praticante da religião, pois pregava de casa em casa como fazem as testemunhas em todo mundo.  Foi desassociado quando fez o álbum Thriller. Se interessou pela cientologia, mas converteu-se ao Islamismo. Adotou a religião muçulmana em uma cerimônia particular, acompanhada por poucas pessoas na casa de um amigo na cidade de Los Angeles, EUA. Na ocasião o cantor que estava sentado no chão e usando um pequeno chapéu, recitou a ‘shahada’, uma declaração oficial de fé, diante de um Imã, líder religioso, e jurou fidelidade ao Corão, livro sagrado do Islamismo.

WAGUINHO
Através da esposa, que já freqüentava uma Igreja Evangélica em 2000 Waguinho, ex integrante de um dos mais conceituados grupos de pagode, decidiu largar tudo e se converter ao Evangelho. O ex-pagodeiro, buscava várias tentativas para largar o vício do álcool e das drogas, nas outras religiões as quais foi adepto. Era uma vida cheia de bens materiais, mas uma vida infeliz. “A minha esposa não desistiu de mim. Enquanto eu estava me prostituindo, me drogando pelo mundo, ela estava orando, lutando pela minha vida”, conta Waguinho. Quando não está em viagem se apresentando, está trabalhando em uma clínica de recuperação na Baixada Fluminense. Após sua conversão, largou o visual “malandro” e se tornou um homem de Deus com direito a terno e gravata, sem deixar sua paixão pelo samba e pagode.

ROBERTO JUSTUS
Roberto Justus diz: "Sou de origem judaica. Sou Judeu, mas não sou religioso". Nascido em São Paulo, é um publicitário e empresário brasileiro. Filho de imigrantes judeus húngaros.
Roberto Justus se orgulha de ter ascendência húngaro-judaica. É um publicitário, empresário e apresentador de televisão brasileiro, formado em Administração de Empresas pela Universidade Mackenzie. É casado com a modelo, atriz e apresentadora Ticiane Pinheiro. 

BABY DO BRASIL
Depois de circular por várias religiões, Baby do Brasil não só virou Evangélica: ela também abriu uma igreja. Isso mesmo, sede do Ministério do Espírito Santo de Deus em Nome do Senhor Jesus Cristo ficava em Botafogo, no prédio onde a cantora tinha montado uma gravadora. Nas sessões, Baby promete protagonizar curas e até mesmo reverter a homossexualidade. 


REANTO ARAGÃO
Disse Renato Aragão: Sim, sou Católico, rezo muito. Falo: "Deus, sei que nem mereço tudo isso..." - daí vem a chantagenzinha: "...mas tenho que viver muito para agradecer. E com muita saúde, viu, vai segurando a minha barra mais um pouquinho." Dois episódios marcantes evidenciaram o lado religioso de Renato Aragão: o humorista já escalou o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, para beijar a mão da estátua, um sonho que realizou no programa comemorativo de 25 anos, exibido no dia:27 de agosto de 1991, da formação dos Trapalhões, e fez uma caminhada de São Paulo a Aparecida, levando uma imagem de Nossa Senhora Aparecida, para pagar uma promessa feita à santa, dias antes da exibição do projeto:Criança Esperança de julho de 1999.


MARIA BETHÂNIA
Maria Bethânia cresceu em um ambiente profundamente religioso, foi criada na religião católica e marcada pela cultura do candomblé. Ela cultua diversos santos e segue especialmente um ritual africano conhecido como ketu. Muitas de suas canções são inspiradas neste lado cultural brasileiro, no sincretismo, na cultura popular, na tradição folclórica de seu país. Já cantou diversas músicas em homenagem a sua mãe de cabeça, Iansã. Maria Bethânia é adepta do Candomblé.

Fonte: 
Variedades Gospel Veras
Com informações: Wikipédia/Vai Arrebentar/Ser Espírita/Yahoo/Gospel +/M de Mulher


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS RECENTES