MENSAGEM DO DIA

Google+ Followers

Seja um seguidor(a)

domingo, 24 de junho de 2012

AS RELIGIÕES DOS FAMOSOS - PARTE 13

RATINHO 
É um radialista,empresário e apresentador de televisão brasileiro. Também atuou como político do final da década de 1970 até a década de 1990, tendo sido vereador de Curitiba e deputado federal pelo Paraná, pelo Partido da Reconstrução Nacional (PRN).Carlos Massa, mas conhecido como Ratinho disse não ser um homem religioso, mas que frequenta a Igreja. “Vou à Igreja Católica (Católico) e também frequento a Igreja Assembléia de Deus (Evangélico). Eu me sinto muito bem nas duas”. Para o apresentador religião é bobagem do homem e que Deus é um só. "Nunca tinha ido em um show gospel sempre ouvia falar pela televisão, ganhava Cds e Dvds, mas eu fui pela primeira vez e fiquei encantado, os jovens não bebem, não fumam e fazem uma festa somente louvando a Deus, é uma alegria impressionante". Disse Ratinho. Ratinho conta a ocasião em que o pastor da Assembléia de Deus pediu para ele deixar de ser Católico. “Perguntei a ele o motivo e o questionei se existia mais de um Deus. Ele afirmou que não, e eu respondi: “Se é o mesmo Deus, então eu vou aonde me sinto bem, independente de religião”.


CARLA PEREZ
Carla Perez é ex-dançarina do grupo É O Tchan! Depois de enfrentar uma crise no casamento, a cantora e atriz Carla Perez decidiu que era o momento de mudar tudo. Estava muito mal e não queria ficar em casa, mas também não queria ir para farra. Foi quando decidiu ir para a festa de aniversário de um amigo, que estava comemorando em uma igreja, na CEAC, que é a Comunidade Evangélica Artistas de Cristo. Chegando lá, Deus tocou no seu coração, e já no dia seguinte estava convertida. "Depois que me tornei uma mulher de Deus, me arrependi de muita coisa que fiz. Na verdade, me arrependo por não ter a consciência cristã antes. Me arrependo, por exemplo, de ter posado para a 'Playboy'”, diz ela sobre suas três capas e pôster (1995, 1998, 2000 e 2001). "Eu acreditava que era crente, falava que era Evangélica, mas há alguns anos eu virei serva do Senhor". Diz Carla Perez.


MAGNO MALTA
Magno Pereira Malta é um político, pastor Evangélicocantor brasileiro integrante da banda gospel Tempero do Mundo, Magno Malta teve uma carreira política meteórica. começou sua carreira em 1993 como vereador em Cachoeiro de Itapemirim, no Espírito Santo. Em 1994, foi eleito deputado estadual com 10.997 votos, pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), e em 1998 deputado federal com 54.754 votos, pelo mesmo partido. Durante o mandato foi presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Narcotráfico. Em 2002, Malta foi eleito senador pelo Partido Liberal (PL). Em 2010 foi o segundo colocado nas eleições para o Senado e, assim, com 1.285.177 (36,76%) dos votos válidos, foi reeleito senador do Espírito Santo.  Atualmente é presidente da CPI da Pedofilia no Senado.

HUMBERTO MARTINS
É uma pessoa espiritualizada, mas não tem religião. Acredita em todas as religiões que procuram Deus, o bem-estar, a humildade, a solidariedade, a fraternidade e o amor.
“Tenho um conhecimento amplo de várias religiões. Fui criado no catolicismo, conheci a religião Batista por uma namorada, depois eu passei a estudar Kardecismo para entender algumas coisas e já até estudei sobre seitas de sacrifícios que ocorrem na África.
Acredito numa existência superior, na vida do espírito que continua, em um plano de vida de continuidade espiritual.” comentou. Atualmente, em 2012, Humberto Martins foi escalado para o remake de Gabriela, adaptação do romance Gabriela Cravo e Canela, de Jorge Amado, que foi ao ar pela primeira vez na Globo em 1975. Na nova novela, que está sendo exibida no novo horário das onze da noite, Humberto Martins vive o personagem Nacib.


CAROL CASTRO
Carolina Osório de Castro, mais conhecida como Carol Castro É uma atriz brasileira. “Fui batizada na igreja católica. Mas minha mãe descobriu o Budismo e eu, por vê-la praticando, também comecei a estudá-lo. Por isso, cresci com uma educação mais oriental que ocidental. Sou uma curiosa, já frequentei vários tipos de religião e acredito que a maior delas é o amor. Acredito muito em Deus e tenho fé. E creio em destino, apesar de achar que também podemos mudá-lo. Meu nome artístico, por exemplo, minha mãe criou baseado na numerologia. Ela não colocou seu sobrenome no meu nome por uma questão de karma de família”, disse.


GUILHERME DE PÁDUA
Condenado a 19 anos de prisão pela morte da atriz Daniela Perez, o ex-galã global Guilherme de Pádua se converteu (Evangélico) a uma igreja evangélica e agora percorre o país pregando a palavra de Deus e testemunhando sua história de vida. Não comenta mais sobre o crime porque prefere trazer à memória as coisas que o dão esperança, e ressalta que cumpriu o que a lei determinou a ele como pena e que nunca se colocou contra as determinações da justiça sobre o caso. Antes de se converter, tinha preconceito contra evangélicos e que sente muito pesar por não ter conhecido antes os valores pregados pela religião. “Muitos irmãos pagaram um alto preço de esperar debaixo do sol e tirar um dia da sua semana para visitar aqueles que a sociedade tem como vermes. A princípio, é claro que eu queria debater com eles, mostrar as minhas opiniões, mas, aos poucos, fui me deixando tocar por aquelas verdades que eles diziam”. Ele não acreditava que sairia vivo do presídio e que até hoje tem pessoas que torcem para ver sua desgraça. “Não estou dizendo isso para comover ninguém, pelo contrário, sei que vão falar que, depois de ter feito o que fiz, virei crente. Mas o que as pessoas falarem ou pensarem também não significa nada porque, no final, ou eu vou para junto do Pai ou eu não vou. Sofro perseguição há 20 anos. Quantos outros condenados por homicídio estão andando por aí e tendo suas vidas normais? Se formos pensar por esse lado, eu pago mais do que qualquer outro”, afirmou. 


CARLOS VEREZA
Carlos Alberto Vereza de Almeida, mais conhecido como Carlos Vereza é um ator brasileiro.
"Eu não tinha nenhuma religião. Sempre acreditei em Deus, mas esse mundo era distante. Você chega ao Espiritismo pelo amor, pela dor ou razão. Eu sofri um acidente de trabalho na Globo, um tiro, um efeito especial mal feito. Colocam pólvora no local e acionam por um controle remoto. Era um seriado medíocre chamado 'Delegacia de Mulheres'", lembrou. Carlos Vereza conta que seu ouvido interno foi atingido. "Fiquei com labirintite e tive que parar de trabalhar, o que me levou à depressão. Os médicos diziam que não tinha como resolver. Fui internado em várias clínicas. Procurei o centro Frei Luiz, indicado por uma tia católica que me disse que um primo havia sido curado lá de leucemia. Em sete meses, eles me curaram", disse. Depois disso, Carlos Vereza se tornou médium e é voluntário no centro espírita até hoje.



Fonte: Variedades Gospel Veras
Com informações:EGO/Gospel +/O Diário Cristão/ O Fuxico/Caras/ Revista Quem/Folha Online/Wikipedia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS RECENTES