MENSAGEM DO DIA

Seja um seguidor(a)

Google+ Followers

domingo, 19 de janeiro de 2014

Ilustrações - A Reunião No Inferno Para Tentar Destruir a Oração Dos Cristãos

SATANÁS: Amigos meus, vamos hoje discutir as reuniões de oração. Sabeis muito bem que o assunto é importante e urgente. Aí vem o novo ano. Os cristãos vão renovar os seus votos de consagração e redobrar a sua atividade contra o nosso reino. É verdade que até agora não temos sofrido muito com essas renovações da sua vida espiritual. Alguns se esquecem logo das promessas feitas, e outros, embora se lembrem, não cumprem o prometido. Mas para que a sua derrota seja completa, precisamos manter rigorosamente a nossa influência sobre as suas reuniões de oração. Que pensas tu, Lúcifer?

ESPÍRITOS MAUS: Sim... sim...

LÚCIFER: Estou de acordo com o nosso ilustre príncipe. Abaixo as reuniões de oração! Que coisa detestável é a tal oração! Contem comigo. Respondo pelo espírito de incredulidade e pela diminuição do número de assistentes.

UM MAU ESPÍRITO: Mas nós já trabalhamos muito para acabar com a oração.

LÚCIFER: Mas ainda não fizestes tudo. A despeito dos vossos esforços, de 100 membros de cada igreja ainda vão uns 15 ou 20 às reuniões de oração. E sabeis que enquanto houver ainda que seja apenas dois ou três, corremos grande perigo.

ESPÍRITOS MAUS: É verdade.

UMA VOZ: Adotemos medidas eficazes.

LÚCIFER: Tenho já os meus planos: vou sugerir aos convidados que o lugar da reunião é longe, que o tempo não está firme, que a reunião não é tão importante, que outros irão e eles não farão falta. Procurarei fazer coincidir o dia da reunião com o da exibição de certos filmes especiais. Tentarei mesmo promover nesse dia outras reuniões da Igreja e darei ocupação intensa aos que se mostram mais interessados pelo serviço eclesiástico; tudo farei para desmoralizar as reuniões de oração.

O ESPÍRITO DE PREGUIÇA: Pode contar comigo nessa parte do programa.

O ESPÍRITO DE DESORDEM: Eu farei com que as refeições em casa se atrasem; farei atrasar a condução; provocarei incidentes com os empregados do tráfego; farei chegar visitas à hora da saída; farei desaparecer os objetos à última hora: "A minha Bíblia não está no lugar onde a deixei." "Também esta casa nunca tem ordem, anda tudo fora do lugar." Estas e outras exclamações eu provocarei nas casas das pessoas que tencionem ir à reunião. Hei de cansá-las, irritá-las, desmoralizá-las a seus próprios olhos, até que resolvam não sair de casa.

LÚCIFER: É preciso trazer de olho o diretor da reunião. Já notei que se tomar conta dele o dia inteiro, a reunião fica prejudicada.

SATANÁS: Magnífico. Muito bem lembrado.

LÚCIFER (lisonjeado): Farei o diretor comer depressa, não lhe deixarei tempo para escolher o assunto, nem a leitura bíblica, nem hinos adequados. Eu o encherei de preocupações o dia inteiro, farei chegar alguma notícia má à última hora e me esforçarei para que ele não tenha tempo de orar a sós e pedir o auxílio do Espírito Santo.

O ESPÍRITO DE DÚVIDA: Eu o farei pensar que nesta Igreja o povo é mundano demais e não há quem se interesse pelas coisas espirituais, que o povo daqui é frio mesmo e que ele está perdendo tempo.

SATANÁS: É preciso irritá-lo.

O ESPÍRITO DE PROFANAÇÃO: Eu me encarrego dessa parte. Farei que estejam presentes algumas dessas pessoas que cochicham e brincam durante o culto.

O ESPÍRITO DE SUSPEITA: Levarei alguns que são desconfiados, que se julgam desprezados, e os levarei a pensar só nisso durante a oração.

O ESPÍRITO DE SOBERBA: Eu farei outros crerem que não devem ir, porque na reunião há pessoas cuja religião é só bater no peito.

O ESPÍRITO DE COMODISMO: Eu darei o meu auxílio sugerindo a alguns que oração a gente pode fazer mesmo em casa.

O ESPÍRITO DE MÁ VONTADE: Farei os assistentes ocuparem os lugares mais afastados da mesa, longe dos outros, como se todos estivessem atacados de varíola (riso geral).

SATANÁS: Eu os deixarei sem o espírito de oração, sem reverência, sem amor, levianos, distraídos, interesseiros, críticos e inquietos.

O ESPÍRITO DE DÚVIDA: E, sobretudo, sem fé. Essas deploráveis promessas de Deus é que nos dão trabalho.

LÚCIFER: Eu os farei silenciosos quando se pedirem orações.

SATANÁS: Mas não todos. É preciso que orem os que desejem ser ouvidos pelos homens e ficam sempre muito preocupados com a figura que fazem.

O ESPÍRITO DE ENGANO: Eu me encarrego de iludi-los.

SATANÁS: Com essas medidas havemos de vencer.

(Surge um espírito vindo da Terra.)

O ESPÍRITO: Trago uma péssima notícia. Alguns crentes mais fervorosos tomaram hoje um compromisso irrevogável. Ainda que ninguém mais ore, eles vão perseverar nas reuniões de oração.

LÚCIFER: Pouca gente não adianta nada. Uma andorinha só não faz verão.

O ESPÍRITO: Depende da andorinha. São poucas, mas é gente que crê.

SATANÁS: Se eles crêem, nada poderemos fazer contra eles. Pela fé, mais dia, menos dia, hão de acordar a Igreja. Em nome da minha grande experiência eu vos digo: nada podemos contra a fé. Já estamos derrotados.

E tumultuosamente os espíritos desapareceram nas trevas.

Fonte:De um folheto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS RECENTES