MENSAGEM DO DIA

Seja um seguidor(a)

Google+ Followers

sábado, 27 de setembro de 2014

As Religiões Dos Famosos - Parte 55

BRITTO JR
É um jornalista e apresentador de televisão brasileiro. Começou carreira de jornalista em 1979, na Rádio Independência de Caxias. Em 1981 ingressou na RBS TV Caxias do Sul, onde trabalhou durante quatro anos. Em 1984, contratado pela Rede Globo, se transferiu para Bauru, interior de São Paulo, para a implantação da Rede Globo Oeste Paulista. Nos anos de 1996 e 1997 teve uma breve passagem pelo SBT, retornando à Rede Globo em 1998. Participou do programa Domingão do Faustão, apresentando as notícias do dia, e da cobertura da Copa do Mundo da Coreia do Sul e do Japão, em 2002 e foi repórter do SPTV na Rede Globo. Em junho de 2005 foi contratado pela Rede Record para apresentar o programa matinal Hoje em Dia, ao lado de Ana Hickmann, Edu Guedes e Chris Flores. Em 2007, apresentou um talk-show na Record News, chamado Entrevista Imprevista. Também em 2007, apresentou O Jogador, junto com Ana Hickmann. Em 2009, deixou a apresentação do Hoje em Dia e passou a apresentar o reality show A Fazenda. É blogueiro do R7. Em 10 de setembro de 2012 Britto volta a apresentar ao lado de Ana Hickmann e consequentemente Ticiane Pinheiro, o Programa da Tarde.Britto é casado com a publicitária Fernanda Fernandes com quem tem um filho, Arthur. É torcedor do Internacional. Britto Júnior é Católico. “Coincidências papais emocionam minha família. Em 2003 eu e minha mulher Fernanda vivíamos a expectativa de ter um filho. Estávamos na Itália, em viagem de turismo e andando pelo centro de Roma. Minha mulher sentiu uma energia diferente no momento em que passávamos na frente de uma das inúmeras igrejas que lá existem. Entramos, Fernanda rezou em silêncio e, antes de irmos embora, o padre italiano veio conversar com a gente. Ele deu uma benção especial para que viesse um bebê em nossas vidas. Esta igreja é a mesma em que o papa Francisco rezou em sua primeira saída como sumo pontífice. A Basílica de Santa Maria Maggiore.Ainda no campo das coincidências papais que marcam nossas vidas, devo contar aqui que nosso filho Arthur nasceu no dia 19 de abril de 2005, exatamente no mesmo dia e horário da fumaça branca no vaticano que anunciou o papa Bento XVI". 

ALESSANDRA NEGRINI
É uma atriz brasileira.Alessandra Negrini começou a estudar teatro aos 18 anos de idade, em 1988. A primeira oportunidade de trabalho na TV surgiu cinco anos depois, na Rede Globo, onde ganhou um papel secundário na novela Olho no Olho (1993). Por conta de seu bom desempenho em sua estreia, Negrini foi chamada para integrar o elenco da novela Cara e Coroa (1994). Em 1995, fez grande sucesso ao protagonizar a minissérie Engraçadinha: Seus Amores e Seus Pecados, baseada na obra de Nélson Rodrigues. Em 1997 viveu sua primeira vilã, no remake de Anjo Mau, adaptação de Maria Adelaide Amaral. Depois, em 1998, interpretou sua primeira protagonista de novelas, em Meu Bem Querer, de Ricardo Linhares. Em 2000, deu vida a Isabel Olinto da elogiada minissérie A Muralha, uma homenagem aos 500 anos do Brasil. Por conta do apelo sensual de sua personagem na minissérie, estampou a capa da edição brasileira da revista Playboy de abril daquele ano. O fato de ter interpretado uma prostituta nas páginas da revista, piorou a situação da atriz perante a Justiça no processo que respondia por ter levado o filho Antônio, então com três anos, a ver um filme impróprio para a idade, A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça, no cinema Leblon 1, em 3 de fevereiro de 2000. Em 2002, colheu muitos elogios pela vilã Selma, da novela Desejos de Mulher, de Euclydes Marinho. Em 2003, fez uma participação na telenovela Celebridade, de Gilberto Braga, e na série infantil Sítio do Picapau Amarelo. Em 2006, participou, como a socialite carioca Yedda Schidmt, da minissérie JK, que conta a trajetória de Juscelino Kubitschek. Além da televisão, Alessandra, também possui uma carreira sólida tanto no teatro quanto no cinema, já tendo feito nove filmes, como O Que É Isso, Companheiro?, Sexo, Amor e Traição e Os Desafinados. No teatro, participou das peças Os Credores e A Gaivota, na qual viajou para a Europa, Canadá e Japão. Em 2007, protagonizou a novela Paraíso Tropical, de Gilberto Braga. Na trama, a atriz interpretou as irmãs gêmeas Paula e Taís, tendo obtido muito sucesso. No mesmo ano, estreou o longa Cleópatra, de Julio Bressane, pelo qual ganhou o prêmio de melhor atriz do Festival de Brasília. Em 2008, atuou em mais dois filmes: A Erva do Rato, de Júlio Bressane e No Retrovisor de Mauro Mendonça Filho. Ainda fez uma participação no humorístico Casseta & Planeta, Urgente! fazendo três papéis, além dela mesma: a vilã de Paraíso Tropical, Taís, sua suposta irmã gêmea cantora de funk, Alessandra Melancini e sua ancestral Alessandra Afrodescendentini.Negrini, que estava afastada das novelas desde 2007, quando fez as gêmeas Paula e Taís na novela Paraíso Tropical, volta à televisão, em 2010, para participar dos seriados S.O.S. Emergência e As Cariocas. Em 2011, Negrini retorna aos palcos ao lado de Karin Rodrigues, para encenar a peça A Senhora de Dubuque, um texto de Edward Albee. E esteve nos filmes O Abismo Prateado e TokyoShow. Em 2012, participou da nova versão da peça A Propósito de Senhorita Júlia, a história se passa no Brasil no início do século XXI. No mesmo ano retorna as novelas na segunda fase de Lado a Lado, interpretando a cantora de ópera Catarina Ribeiro, uma das vilãs da trama. Em 2014, interpreta Susana, em Boogie Oogie. Alessandra Negrini Não Tem Uma Religião Definida. “Já estudei taoismo, budismo, candomblé... Sou muito ligada nas coisas do espírito e gosto de estar em contato com o divino.Ensinei meus filhos a rezar e continuo ensinando os valores em que acredito, de respeito ao próximo e ao mundo. Mas não a ponto de virar uma ecochata.“Sou contra qualquer cartilha do medo. Não acho que a gente tem que cuidar do mundo porque ele pode acabar. O mundo não vai acabar. Nossa civilização, talvez, mas o mundo se refaz. Prefiro ensinar aos meus filhos que o materialismo não leva a nada.”


RICARDO BOECHAT
É um jornalista brasileiro. Já esteve presente nos principais jornais do país, como O Globo, O Dia, O Estado de S. Paulo e Jornal do Brasil. Trabalha diariamente como âncora de dois jornais nas redes (de rádio da Band News FM e de televisão, a Band) do Grupo Bandeirantes de Comunicação. Iniciou a carreira em 1970, no extinto Diário de Notícias (RJ), e começou a trabalhar na coluna de Ibrahim Sued. Transferiu-se para O Globo (RJ) em 1983, ano que marcou sua separação da equipe de Ibrahim – já então em O Globo – para integrar a da coluna Swann, no mesmo jornal, da qual se tornaria titular dois anos depois e que passaria a ter o nome de Boechat em fins dos anos 1980. Ibrahim morreu em 1995, e Boechat já era, então, titular de sua própria coluna há muito tempo. Em 1987, foi convidado por Moreira Franco, governador do Rio de Janeiro na época, para ser titular da Secretaria de Comunicação Social do Estado. Permaneceu no cargo por seis meses, teve uma breve passagem pelo Jornal do Brasil (RJ), e depois na sucursal carioca de O Estado de S.Paulo (SP). Pela Agência Estado, ganhou o Prêmio Esso de Reportagem 1989, juntamente com Aluizio Maranhão, Suely Caldas e Luiz Guilhermino. De volta a O Globo, em 1989, como editor da mesma coluna Swann de outrora, logo transformada em Boechat, ali se fixou como um dos colunistas mais influentes do país. Venceu os Prêmios Esso de 1992, na categoria Informação Política, com Rodrigo França, e de 2001, na categoria Informação Econômica, com Chico Otávio e Bernardo de la Peña, sempre por notas de sua coluna que renderam pautas aprofundadas. Saiu de O Globo em junho de 2001. Quando recebeu o Esso, no final daquele ano, já não estava no jornal. Deixou a empresa após rumoroso episódio envolvendo empresas de telefonia. Mas subiu ao palco, com a equipe da casa, para receber o prêmio, mesmo assim, por mérito. Foi então para o Jornal do Brasil como colunista, assumindo o Informe JB. Ganhou depois coluna própria no primeiro caderno – semelhante à que tinha em O Globo – e, cumulativamente, assumiu a Direção de Redação por um ano, a convite de Nelson Tanure. Teve participações como colunista no SBT, em notas gravadas na própria redação do JB, para o telejornal apresentado por Hermano Henning. Chegou a fazer um piloto para ancorar um telejornal na emissora, mas não chegou a exercer a função. Fez coluna em O Dia (RJ) e foi professor da Faculdade da Cidade.  Entrou para o grupo Bandeirantes, como diretor de Jornalismo no Rio de Janeiro. Em fevereiro de 2006, mudou-se para São Paulo, para ancorar o Jornal da Band, principal noticiário da emissora. Desempenha a mesma função no programa diário Jornal do Rio, na rádio BandNews FM, transmitido exclusivamente para o Estado do Rio de Janeiro (capital e interior) das 7h às 9h. Assina ainda uma coluna semanal na revista IstoÉ (SP), com a colaboração de Ronaldo Herdy. Dentre os prêmios conquistados durante a carreira estão os citados três Prêmios Esso – 1989 (reportagem), 1992 (informação política) e 2001 (informação econômica) –, um White Martins de Imprensa, além de nove Comunique-se – 2007, 2010 e 2012, na categoria Âncora de TV; 2006, 2008 e 2010, como Apresentador/Âncora de Rádio, e 2008, 2010 e 2012, como Colunista de Notícia. Pelo acúmulo de troféus Comunique-se, entrou para a Galeria de Mestres do Jornalismo da competição e passou a ser considerado hors-concours em duas categorias: Apresentador/Âncora de Rádio e Colunista de Notícia. É autor do livro Copacabana Palace – Um Hotel e sua História (DBA, 1998), que resgatou a trajetória do hotel mais exclusivo e sofisticado do País, completando 75 anos de existência no ano da publicação.Ricardo Boechat é Ateu.

AÉCIO NEVES
É um economista e político brasileiro, filiado ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). Foi o décimo sétimo governador de Minas Gerais entre 1º de janeiro de 2003 a 31 de março de 2010, sendo senador pelo mesmo estado. Aécio é o candidato de seu partido à presidência do Brasil na eleição de 2014.Natural de Belo Horizonte, Aécio é graduado em economia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. É neto do ex-presidente Tancredo Neves, com quem adquiriu suas primeiras experiências políticas. Em 1987, iniciou o seu primeiro mandato como deputado federal pelo estado de Minas Gerais, exercendo o cargo até 2002, totalizando quatro mandatos. Presidiu a Câmara dos Deputados no biênio de 2001-2002, renunciando ao cargo em dezembro de 2002. Aécio foi eleito governador de Minas Gerais em 2002. Como governador, teve bons índices de aprovação e foi reeleito na eleição de 2006, tendo desta vez a maior votação já registrada no estado. Renunciou ao cargo de governador em março de 2010, a fim de concorrer ao senado federal, sendo substituído pelo seu vice, Antônio Anastasia. Nas eleições de 2010, foi eleito o senador com a maior votação do Estado. Assumiu o cargo em 1º de fevereiro de 2011 e, em 2013, foi escolhido presidente nacional do PSDB. 
Aécio foi considerado pela revista Época como um dos 100 brasileiros mais influentes em 2007, 2008, 2009, 2010, 2011, 2012 e 2013.Como deputado federal e senador, foi eleito um dos "Cabeças do Congresso", lista produzida pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap). Aécio Neves é Católico. Visitou a basílica de Aparecida, ficou de joelhos por alguns minutos diante da imagem da padroeira do Brasil e disse ter ficado emocionado com a visita. "Estive aqui com o meu avô, em 1984".

LETÍCIA SPILLER
É uma atriz brasileira. Começou a carreira como atriz em teatro amador em 1985, no Colégio Sagrado Coração de Maria, onde estudou. Cursou o teatro O Tablado, com o professor Bernardo Jablonski e participou do Grupo Pessoal do Tom, com Roberto Bomtempo e Roney Vilella. Em 1989, entrou para o programa Xou da Xuxa, da Rede Globo, como a paquita Pituxa Pastel. A sua estreia na atuação aconteceu em 1992, no humorístico "Os Trapalhões". Dois anos depois, recebeu sua primeira protagonista, a Babalu. Junto com o papel, que a fez cair nas graças do público, veio Marcello Novaes, com quem foi casada e tem um filho chamado Pedro. Os atores, que viviam uma paixão na trama, levaram o romance para a vida real. Leticia mostrou versatilidade quando interpretou a vilã de sucesso Maria Regina, em "Suave Veneno". Participou também de novelas como "Senhora do Destino", "Duas Caras", "Viver a Vida", "Salve Jorge", "Joia Rara" e atualmente está na novela "Boogie Oogie".Já nos cinemas, atuou em 11 filmes, entre eles "A paixão de Jacobina", no qual foi protagonista. No teatro, ela participou de seis peças. Foi casada com o ator Marcello Novaes, com quem tem um filho chamado Pedro, nascido em 1996.Em 2010, Leticia deu à luz sua filha, Stella, fruto do seu relacionamento com o diretor Lucas Loureiro.Letícia Spiller é adepta do BudismoEla se rendeu ao budismo numa fase complicada da vida. Tinha acabado de se separar de Marcelo Novaes, com quem viveu durante quatro anos, e interpretava a vilã Maria Regina, em Suave Veneno. “Ela trazia uma carga negativa. Eu tinha implicância, achava que ninguém me ouvia, que eu era muito chata”, lembra. Aí, foi apresentada ao budismo pelo ator Ângelo Antônio, com quem contracenava na novela. "Acredito muito nos preceitos.Além disso, pratico ritos tibetanos, uma prática física ligada à filosofia budista", revela.

GEORGE CLOONEY
É um premiado ator, produtor e diretor de cinema e televisão estadunidense.George Clooney é filho do apresentador de televisão estadunidense Nick Clooney e de Nina Clooney. George acompanhava o pai nos estúdios desde os cinco anos de idade. Para evitar a competição com o pai, George Clooney abandonou seu emprego de jornalista televisivo e começou a trabalhar como ator quando seu primo, Miguel Ferrer, lhe conseguiu um pequeno papel num filme. A seguir começou a actuar na playboy, chegando ao auge do sucesso com o seriado ER interpretando o Dr. Doug Ross, o qual abandonaria em 1999 para começar uma carreira mais efetiva no cinema. Participou do episódio de despedida de sua colega Julianna Margulies em 2000. Em 2009, George retornou à série em sua última temporada para mais uma participação especial. Entre seus filmes mais conhecidos estão: Três reis, Onze homens e um segredo, O amor custa caro, Solaris, Batman & Robin e Syriana, pelo qual ganhou o Globo de Ouro e o Oscar de melhor ator coadjuvante. Além de atuar em frente às câmeras, dedica-se, esporadicamente, ao trabalho de diretor, como nos filmes Confissões de uma mente perigosa e em Boa noite e boa sorte, pelo qual foi indicado ao Globo de Ouro e ao Oscar de melhor diretor em 2006. Apesar de ter uma carreira promissora em filmes bastante comerciais, decidiu investir em projetos ousados e com temáticas sociais como o filme Syriana. Em 27 de setembro de 2014 ator casou-se com a advogada Amal Alamuddin numa cerimónia no hotel Aman Grande Canal Venice, em Veneza. George Clooney é um Ateu Agnóstico.(Ateus agnósticos são ateus porque não possuem uma crença na existência de qualquer divindade, e agnósticos porque afirmam que a existência de uma divindade ou é incognoscível, em princípio, ou ainda é, de fato, desconhecida). 
Foi criado como católico, mas, desde então, proclamou-se um agnóstico, na fronteira com o ateísmo."Eu costumava ir à confissão todas as semanas ... Eu cresci com um grande senso de estrutura e respeito.Eu não acredito em céu e inferno. Eu não sei se eu acredito em Deus. Tudo o que sei é que, como um indivíduo, eu não vou permitir que esta vida - a única coisa que eu sei que existem -. Ser desperdiçado." 

VIVIANE ARAÚJO
É uma modelo, dançarina e atriz brasileira. Conhecida por ensaios para revistas masculinas, por sua participações em programas de humor, como o "Zorra Total", da TV Globo, e por ter sido a vencedora do reality show "A Fazenda", em 2012. Carioca, nasceu em 25 de março de 1975. Filha de Neusa, formada em Química, e de Jocenir, ex-militar do Exército, Viviane tem um irmão, Rodrigo. É formada em Educação Física, porém nunca exerceu a profissão. A carreira de modelo começou ainda na adolescência quando Viviane participou de concursos de beleza e de campanhas publicitárias. Ganhou, em 1994, o concurso "Pantera do Carnaval", realizado no Clube Monte Líbano. No mesmo ano foi eleita "Garota do Fantástico". Chegou à última fase de escolha da nova "morena" do grupo "É o Tchan", mas a vencedora foi Sheila Carvalho. Depois de participações em programas e novelas, como "Malhação", ganhou um personagem, em 1999, na "Escolinha do Professor Raimundo". Em 2005, integrou o elenco de "Zorra Total", programa no qual permaneceu até 2008. Desfila no carnaval desde 1995. Estreou como rainha da bateria em 2002, ma escola Mocidade. Desde 2008 é rainha de bateria da escola Salgueiro. Em São Paulo, é rainha da Mancha Verde. Em 2012, fez uma participação especial em um dos episódios da série "As Brasileiras", da Rede Globo, ao lado e Shophie Charlotte e Adriana Bombom. Recebeu o maior percentual de aprovação entre os ganhadores do programa "A Fazenda": 84%. Ganhou R$ 2 milhões. Posou nua várias vezes para revistas masculinas brasileiras, como "Sexy" e "Playboy". Foi casada com o cantor Marcelo Pires Vieira, o Belo, por nove anos. Em 2007, após suspeitas de traição de Belo com a dançarina Gracyanne Barbosa, sua atual esposa, o relacionamento de Viviane e Belo acabou. Atualmente está na novela "Império" da rede Globo na pele da manicure Naná.  
Viviane Araújo é Católica. "Sou católica. Batizada na Igreja Católica, acredito muito em Deus. É nosso mestre e está acima de tudo".

Fonte: Variedades Gospel Veras
Com informações: Entretenimento.r7\Wikipédia\Portal dos Jornalistas\Bate-Papo Uol\Pure People\Revista TPM\Adoro Cinema\Quem Disse\ISTOÉ Gente Online\O Hollowverse

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS RECENTES