MENSAGEM DO DIA

Google+ Followers

Seja um seguidor(a)

domingo, 6 de março de 2016

Estudos Bíblicos - A Ceia De Jesus e a Grande Ceia De Deus. Em Qual Ceia Você Vai Participar?

A Ceia Das Bodas Do Cordeiro (Jesus Cristo)
"Bem-aventurados aqueles que são chamados à ceia das bodas do Cordeiro." Apoc. 19:9.

"Então dirá o Rei aos que estiverem à Sua direita: Vinde, benditos de Meu Pai! entrai na posse do reino que vos está preparado desde a fundação do mundo." Mat. 25:34.

".. .Porque o reino de Deus está dentro em vós." Luc. 17:21.

Quando Deus criou o homem, criou-o para Sua glória (Isaías 43:7). O Reino de Deus incluía o homem. O homem vivia, interior e exteriormente, a realidade feliz e gloriosa do Reino de Deus, num clima de bem-aventurança. Deus havia criado a vida na Terra; criara o homem, e partilhara com este o domínio do planeta (Gên. 1:26-28). Amizade perfeita, perfeita sintonia entre o querer de Deus e o querer do homem. Felicidade plena e absoluta.

O pecado, porém, criou uma mancha negra no planeta Terra, estabelecendo a quebra do bom relacionamento entre o Criador e a criatura. Acabou-se a amizade do homem com Deus. O homem escolheu ser amigo de Satanás, rejeitando o companheirismo com o Senhor. Como "todos pecaram e carecem da glória de Deus" (Rom. 3:23), o Reino de Deus, em glória, abandonou o planeta Terra, deixando na escuridão e sombra da morte, controlado por Satanás. O príncipe das trevas reinou quase absoluto por muito tempo, com a aquiescência de todos os homens.

Quando Deus Se fez homem, em Jesus Cristo, tomou a Si a tarefa de iluminar o mundo dos homens, com a luz radiante e confortadora de Sua presença. Mas, para que a Luz prevalecesse, teria de ser mais forte do que as trevas. Teria de vencer as trevas. Jesus Cristo, a Luz (João 8:12) não deveria fazer nenhuma amizade com as Trevas (Satanás). Satanás bem que tentou captar a amizade de Jesus. Muitas e variadas vezes bateu à Sua porta, querendo entrada. Jesus, porém, recusou insistentemente que as trevas viessem encobrir a claridade de Sua alma pura e santa.

Quando Jesus morreu, por causa dos pecados alheios, Ele desceu à região da sombra da morte, o sepulcro. Tudo era escuro e tétrico. Lugar muito próprio para Satanás, o rei das trevas. Mas, para Jesus, o Príncipe da Luz, o sepulcro era indesejável. Aquela não era Sua casa. Sua casa era a Casa do Pai (João 14:1-3), onde a Luz dominava.

Glorioso, cheio de luz, iluminou a casa dos mortos, o sepulcro, naquele dia da ressurreição, triunfando sobre a morte e as trevas, abrindo o poço da escuridão, para que a Luz da esperança brilhasse em cada coração que se dirigia à região do inferno. Hoje, graças a Jesus Cristo, podemos olhar para a sepultura não mais com terror, mas com esperança. Depois de um breve estágio ali, sairemos também para a Casa do Pai, no dia glorioso da breve vinda de Jesus Cristo.

Ao sairmos da sepultura, receberemos de Deus o convite pessoal para irmos a uma grande e reluzente ceia: a ceia das bodas do Cordeiro. A comemoração do reencontro do Noivo, Jesus Cristo, com Sua amada noiva, a Igreja.

Para o banquete da Ceia das Bodas do Cordeiro, somente são convidados os amigos do Noivo.

Em Sua primeira vinda à Terra, Jesus Cristo veio convidar todos os habitantes do planeta para se juntarem a Ele, para serem amigos, e partilharem juntos da ceia da salvação, através da qual o Noivo, também chamado de "0 Cordeiro de Deus", Jesus Cristo, estaria selando Seu compromisso de noivado com a Igreja. Ele veio do Céu, a Casa do Pai, para a Terra, nossa casa, para nos convidar para o banquete da redenção. Pagou o preço do banquete, e nos ofereceu gratuitamente a ceia celestial: vida eterna a todo aquele que O recebe como amigo.

Também o Noivo pediu a Seus amigos, chamados de discípulos, que estendessem o convite para a ceia da salvação a todos os homens do planeta Terra, aos quais Ele não pode ir pessoalmente. Passou-nos uma procuração, documentada na Palavra de Deus (Mat. 28:18-20; Atos 1:8), autorizando-nos a ir aos morros, às favelas, às mansões principescas, às encruzilhadas, convidando os moradores da Terra para que 0 recebam como Amigo.

Aqueles que aceitaram Seu convite para a Ceia da Salvação, são chamados de "amigos". Formaram uma sociedade de "AMIGOS DO NOIVO", reunindo-se periodicamente para relembrar as promessas feitas pelo Noivo. Esperaram fielmente pelo cumprimento da promessa que o Noivo fizera, de levá-los para a Casa do Pai, a fim de participarem da Ceia das Bodas do Cordeiro.

Quando Jesus voltar, voltará para Seus amigos. Chamá-los-á da Terra, onde estiverem, em cima da terra ou embaixo da terra, o lugar não é importante; importante é ser amigo do Noivo. Convidá-los-á para a grande ceia comemorativa das Suas bodas, isto é, Sua união definitiva com a Igreja. Nunca mais Se separará de Seus amigos terrestres. Morará com eles para sempre. Alegrar-se-ão para sempre (Apoc. 21:1-4).

A Grande Ceia De Deus

"Então vi um anjo posto em pé no Sol, e clamou com grande voz, falando a todas as aves que voam pelo meio do céu: Vinde, reuni-vos para a grande ceia de Deus, para que comais carnes de reis, carnes de comandantes, carnes de poderosos, carnes de cavalos e seus cavaleiros, carnes de todos, quer livres, quer escravos, assim pequenos como grandes." Apoc. 19:17 e 18.

Logo após relatar a visão sobre a Ceia das Bodas do Cordeiro, João anotou uma outra revelação que Deus lhe mostrou. Nessa nova revelação, João foi levado, em espírito, a contemplar um ambiente escuro, tétrico, fétido, onde estaria acontecendo uma outra ceia. Ele contemplou a visão, e relatou o que viu.

Uma estranha ceia! Uma ceia no escuro. Tudo negro, pois o Sol não mais estará brilhando sobre a Terra (Jer. 4:23-26). A ceia do abismo. A ceia dos perdidos. Somente aqueles que rejeitaram o convite para participarem com Deus da Ceia da Graça, e que não puderam participar da Ceia das Bodas do Cordeiro, em glória, estarão envolvidos na Ceia das Trevas. Porém, é necessário atentar para um detalhe: Na Ceia das bodas do Cordeiro, os amigos do Noivo são comensais, deliciam-se com os finos e preciosos manjares do Céu. Enquanto que na 
grande ceia de Deus, os desobedientes serão o alimento. Serão comidos pelos animais de rapina. Servirão de repasto a todas as aves de rapina, as quais, convidadas por Deus, fartar-se-ão naquele alimento imundo.

Triste sorte desses homens e mulheres que, feitos à imagem de Deus, para a glória de Deus, rejeitaram viver em glória, preferindo a escuridão do pecado e da morte. Foi um ato voluntário. Jesus bateu à porta de sua vida, pedindo entrada, mas foi impedido de entrar. Sua presença, na ocasião, foi tida como indesejada.

Deixaram-no de fora da vida, preferindo continuar na companhia de Satanás. Agora, quando tudo está selado e definido; quando o quem é quem do destino já confirmou as opções que cada um fez quando em vida terrena, nada mais pode ser mudado. Quem escolheu ser amigo de Jesus Cristo, e Lhe abriu a porta da alma, está vivendo na "Casa do Pai", na companhia do Cordeiro de Deus, dos anjos e de todos os seus conservos, "os que guardam os mandamentos de Deus e têm a fé de Jesus". Apoc. 14:12. Quem rejeitou o amor divino, o qual, gratuitamente, ofereceu a salvação, agora está morto, estendido sobre a face de toda a Terra, como coisa fétida, esterco e comida para as aves de rapina. Alimento apodrecido para a ceia dos animais.

O profeta Jeremias recebeu uma visão de Deus sobre esse acontecimento, a qual ele escreveu em seu livro:

"Os que o Senhor entregar à morte naquele dia, se estenderão de uma à outra extremidade da Terra; não serão pranteados, nem recolhidos, nem sepultados; serão como esterco sobre a face da Terra." Jer. 25:33.

Querido amigo e irmão em Cristo, você hoje está sendo convidado à salvação. Tudo já foi feito. Jesus Cristo já realizou sua salvação. Ela já é uma realidade. Agora Jesus Cristo vem a sua casa (sua mente, sua vida) e pede entrada. Ele não Se conforma em trazer a salvação ao mundo, de maneira geral, como fato histórico. Vem até você, pessoalmente, e quer trazer essa salvação eterna à sua vida íntima. Quer que você reconheça que o "Reino de Deus" está dentro de você, pois você não foi criado para as trevas, mas para a luz. Você foi criado "à imagem de Deus". Seu lugar é no Reino da Glória, não no reino das trevas. Abra, pois, sua vida para Jesus. Não o deixe passar adiante, para salvar outros, e você ficar de fora do Reino. Escancare as portas da alma para Cristo, e deixe-o ficar aí. Isto será gozo e alegria para o seu coração. E para o coração de Jesus.

Fonte: Apocalipse Facil - Via: Variedades Gospel Veras

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTAGENS RECENTES